Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Retrospectiva 2016
Publicidade

Apple acaba com conexão de fone ouvido e deve impulsionar mercado de acessórios sem fio

Tecnologia criada em 1878 teve sua morte "decretada" em 2016

News|Do R7

Fones de ouvido sem fio são resposta da Apple para futuro do áudio
Fones de ouvido sem fio são resposta da Apple para futuro do áudio Fones de ouvido sem fio são resposta da Apple para futuro do áudio

As apresentações da Apple são bastante conhecidas por seus seguidores e amantes da tecnologia. Enfáticos e empolgados, os executivos revezam no palco enquanto cada novidade é seguida de assovios e aplausos. Não é comum ouvir justificativas para as alterações feitas pela companhia no design de seus produtos. Entretanto, uma das características do iPhone 7 precisou de uma resposta da empresa: a falta do conector "mini jack", a saída de áudio padrão para fones de ouvido usada há décadas.

Apple espera impulso nas vendas com o iPhone 7

O conector de fones de ouvido de 3,5 milímetros é um padrão em diversos produtos: smartphones, videogames, televisores, reprodutores de música e vários outros. O smartphone mais popular do mundo foi um dos primeiros eliminar a conexão. Na apresentação, realizada em setembro de 2016, os executivos da Apple mencionaram "coragem" para abrir mão de uma tecnologia antiga em prol de um novo formato.

Novas conexões

Publicidade

Nos iPhones, um dos produtos mais rentáveis da história, a entrada deve ser substituída pelo conector proprietário da marca, o Lightning - introduzido com o iPhone 5. O novo formato gerou uma série de críticas nas redes sociais, já que o formato clássico é considerado universal. Além disso, os usuários são obrigados a usar o mesmo conector para carregar o smartphone da Apple. De acordo com a companhia de Cupertino, o lightning deve garantir maior qualidade de áudio e facilitar a tarefa de tornar o aparelho à prova d'água.

Novos fones da Apple fazem a internet surtar!

Publicidade

Os conectores de 3,5 milímetros são uma versão miniaturizada de uma tecnologia que tem mais de um século. O jack clássico foi criado em 1878 e tinha uma entrada de 6,35 milímetro.

O iPhone 7 conta com um adaptador para o formato antigo, como forma de amenizar as críticas. Uma outra forma de incentivar a mudança é o lançamento dos AirPods, fones que são colocados dentro do ouvido e vem acompanhados de um carregador. No Brasil, esses acessórios chegam por R$ 1.299 - nos EUA, foram lançados por US$ 150 (cerca de R$ 500).

Publicidade

A Apple, que completou 40 anos em 2016, tem um bom motivo para querer a mudança. A gigante da tecnologia comprou a Beats em 2014, a companhia musical é uma das líderes no mercado de fones (com e sem fio). Há ainda indícios de que os engenheiros de som da Beats tenham influenciado o funcionamento dos AirPods. A Apple ainda anunciou, juntamente com o iPhone 7, três modelos novos da marca.

Tendência

iPhone 7 e seu adaptador: decisão da empresa em prol do design foi questionada por fãs e especialistas
iPhone 7 e seu adaptador: decisão da empresa em prol do design foi questionada por fãs e especialistas iPhone 7 e seu adaptador: decisão da empresa em prol do design foi questionada por fãs e especialistas

Enquanto nos dispositivos da Apple os usuários serão obrigados a usarem adaptadores, cabos lightning ou fones sem fio, no Android a tendência é que a entrada de áudio clássica também seja abandonada. Modelos mais recentes, como o Moto Z e Moto Z Play, da Motorola (Lenovo) já abandonaram o mini jack em função de um design mais fino.

A principal rival da Apple, a sul-coreana Samsung deve deixar a entrada de lado em prol de um design mais ousado e atraente para o Galaxy S8, apontam rumores. O aparelho tem seu ciclo de lançamento aguardado para o primeiro trimestre de 2017. A empresa ainda conta com diversas opções de fones sem fio. Os mais recentes são os modelos IconX, que contam com recursos semelhantes aos dos AirPods, da Apple.

Por outro lado, o Google usou o popular conector como forma de cutucar a Apple na apresentação do seu primeiro smartphone desenvolvido com sua marca, o Pixel. Assista ao anúncio do smartphone da gigante das buscas (conteúdo em inglês).

[embed id="5845b40a09486bb9a801c6ac" name="" namespace="videos" content="%3Ciframe%20width%3D%22780%22%20height%3D%22439%22%20src%3D%22https%3A%2F%2Fwww.youtube.com%2Fembed%2FRykmwn0SMWU%22%20frameborder%3D%220%22%20allowfullscreen%3E%3C%2Fiframe%3E"]
{
    "data": {
        "id": "5845b40a09486bb9a801c6ac",
        "name": "",
        "namespace": "videos",
        "content": "%3Ciframe%20width%3D%22780%22%20height%3D%22439%22%20src%3D%22https%3A%2F%2Fwww.youtube.com%2Fembed%2FRykmwn0SMWU%22%20frameborder%3D%220%22%20allowfullscreen%3E%3C%2Fiframe%3E"
    },
    "embedded": {
        "_id": "5845b40a09486bb9a801c6ac",
        "content": "%3Ciframe%20width%3D%22780%22%20height%3D%22439%22%20src%3D%22https%3A%2F%2Fwww.youtube.com%2Fembed%2FRykmwn0SMWU%22%20frameborder%3D%220%22%20allowfullscreen%3E%3C%2Fiframe%3E",
        "dimensions": null,
        "embeddable_id": null,
        "name": "",
        "disable_adv": false,
        "section_name": "r7",
        "videos": []
    }
}

Recepção

Excluir um conector praticamente universal não foi uma decisão fácil de tomar. Analistas de mercado imaginam até que a Apple tenha feito essa atualização na versão de 2016 do iPhone pensando no próximo modelo da marca, que deve ter um design totalmente remodelado e marca a primeira década do smartphone. A eliminação do conector de 3,5 milímetros já neste modelo diminuiria o impacto da mudança no sucessor.

O principal motivo de revolta para os usuários é a quantidade de fones de ouvido que podem ser considerados incompatíveis ou até obsoletos. Outros questionam o motivo que levou a decisão de acabr com uma tecnologia de mais de 100 anos - e que ainda funciona muito bem.

Confira opções de fones de ouvido sem fio

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.